Tag Archives: Thiago Benicchio

De bicicleta, gerando negócios


No último dia 24 de Novembro, o Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da FGV/EAESP realizou a mesa redonda Empreendedorismo e Bicicleta, na abertura da Semana Global do Empreendedorismo.

O objetivo do evento foi mostrar como uma mudança de paradigma na mobilidade urbana pode fomentar a criação de novos negócios e a geração de emprego e renda, com a ampliação do uso da bicicleta. Alguns dados recentes mostram que, por exemplo, na Espanha, a bicicleta movimenta 1 bilhão de Euros por ano. No Reino Unido, a London School of Economics fala que este número é algo em torno de 3 bilhões de Libras. Um grupo de pesquisadores da Nova Zelândia, em seus estudos, confirmou que, com cada dólar investido em ciclovias segregadas, a cidade economiza pelo menos 24 dólares, reduzindo os custos com a saúde,  poluição e o trânsito.

O Brasil não tem ainda números exatos mas, segundo dados do MDIC, a importação de bicicletas no Brasil cresceu mais de 200% nos últimos 5 anos.

O Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da FGV, que completa anos 10 anos de atividades em 2014, sempre se pautou por olhar a atividade empreendedora em quatro vertentes: empreendedorismo que cria um novo negócio (startups), o empreendedorismo social, o intra-empreendedorismo, ou seja, o empreendedorismo dentro das organizações e o empreendedorismo no setor público. A mesa redonda foi uma oportunidade de conhecer como cada vertente pode se relacionar à bicicleta. Entre os debatedores estavam:

  • Talita Noguchi, sócia-proprietária do bar e bicicletaria “Las Magrelas” e uma das organizadoras do festival feminista Desamélia. Ela contou como foi o processo da criação do negócio, a identificação da oportunidade e contou como foi o financiamento para a abertura da empresa, que contou com o apoio de uma rede informal de investidores;
  • Renata Falzoni, criadora do site Bike é Legal. Ela falou sobre o ciclistas como consumidor e contou um pouco do cicloturismo na Europa e como isso ajudou no resgate de regiões rurais abandonadas e;
  • Thiago Benicchio, envolvido na criação da ONG Ciclocidade e consultor do ITDP Brasil (Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento). Ele evidenciou como o empreendedorismo também é importante no 3o setor e o relatou o processo que leva do ativismo, na Bicicletada, à criação de uma ONG.

A abertura do evento foi feita pelo Secretário Municipal de Transportes de São Paulo, Jilmar Tatto, que apresentou como estão sendo construídas as ciclovias na cidade, quais empreendimentos podem surgir e da necessidade do comerciante em mudar sua mentalidade e visualizar o ciclista como consumidor e aliado. O vídeo acima, com produção de Silvia e Nina, apresenta fala do Secretário.

PS.: A GloboNews recentemente também fez uma reportagem sobre o assunto, que pode ser vista em http://globotv.globo.com/globo-news/mundo-sa/.

@renejrfernandes

Advertisements

De bicicleta, algumas pessoas tentam mudar a cidade

Estreou ontem, dia 03 de Maio, o documentário Pedais Pensantes, dirigido por Marcelo Zerwes e com produção executiva de Cauê Ueda. O vídeo mostra algumas pessoas e suas atitudes que tentam mudar a cidade de São Paulo, buscando ambiente mais “humanizado” por meio do uso da bicicleta, sem necessariamente se chamarem de cicloativistas.

O documentário conta com depoimentos de Renata Falzoni, arquiteta, jornalista, bike e video repórter, que pedala desde 1976 como meio de transporte e fundadora do Night Bikers, em 1989, de Arturo Alcorta, bike repórter e fundador da Escola de Bicicleta, Teresa D’Aprile, fundadora do grupo Saia Na Noite, em 1992, André Pasqualini, um dos criadores do Instituto CicloBR e autor do blog Bicicreteiro, Marcelo Siqueira, artista plástico, ex-bike repórter e Thiago Benicchio, jornalista e pesquisador de mobilidade urbana, co-autor do vídeo Sociedade do Automóvel, autor do blog Apocalipse Motorizado e um dos fundadores e primeiro diretor geral da Ciclocidade.

Melhor que qualquer explicação é assistir ao documentário e sair pedalar. Só assim para perceber como a cidade precisa de mais atitudes que provoquem mudanças na mobilidade urbana que coloquem o cidadão como ponto central, em detrimento da máquina.

“Pedais Pensantes” from Tamago on Vimeo.

@renejrfernandes